O melhor discurso da história da humanidade

http://youtu.be/7CE35ka2daM

Retirado de um filme do Chaplin, eis o melhor discurso da história da humanidade. Mas o que ele tem de tão especial? Aliás porquê discursos como este são tão poderosos? O que eles trazem de especial que cativam as pessoas?

Olhando alguns trechos de repente conseguimos perceber algo em comum.

“I’m sorry but I don’t want to be an Emperor, that’s not my business. I don’t want to rule or conquer anyone. I should like to help everyone if possible…

…The way of life can be free and beautiful. But we have lost the way…

…Soldiers: don’t give yourselves to brutes, men who despise you and enslave you, who regiment your lives, tell you what to do, what to think and what to feel, who drill you, diet you, treat you as cattle, as cannon fodder….

…The kingdom of God is within man…

…Soldiers! In the name of democracy, let us all unite!…

…Look up! Look up!”

 
Talvez eles tocam em alguma ferida, mexem com alguma verdade escondida, alguma verdade que todos sabem mas não colocam pra fora. Ele a joga na sua cara, e te dá razões para ficar com raiva e se mexer. Talvez grandes discursos são feitos não para dizer o que as pessoas querem ouvir, mas para bater na cara delas com verdades que elas não querem lembrar que existem. E sim, grandes discursos são feitos sempre por um grande líder, mas não para sua própria vaidade, buscando se promover, mas sim para mobilizar pessoas, massas em prol de um feito.
 
Num mundo onde todos estamos conectados, com um acesso infinito a informação, revoluções começam a surgir (vide Kony2012, o maior viral da história), as marcas tentam se apropriar destes discursos e mobilizações sociais. A maior parte delas, para vender seus produtos e serviços, para se infiltrar nas massas e convencer as pessoas a comprarem algo que não necessáriamente precisam.
 
O grande problema com as marcas hoje está exatamente nisso. As mais modernas estão buscando entrar nesse ambiente para se infiltrar e sugar, não para agregar valor. Sendo que na verdade muitas delas tem (sim!) produtos e serviços que existem para agregar valor à vida das pessoas, mas as marcas ainda não entenderam que as pessoas só precisam delas por causa disso.
 
Por isso esse vídeo fica dedicado às marcas.
As pessoas precisam da verdade.

The coolest video introdution EVER!

That’s Soundcloud. A melhor parte…

“this isn’t much fun…” and “this is frustating…” We’ve greated a KICKASS music inbox”

(“isso não tem graça…” e “isso é frustrante…” “A gente criou uma caixa de entrada do caralho que…”)

Culture Capitalism

O título original é “First as Tragedy, Then as Farce”. Acho que vale muito mais a pena observar o que o cara fala sobre CULTURE CAPITALISM, que eu nunca havia ouvido falar sobre, do que entender a teoria apocaliptica dele. Essas aulas do RSA Animate, são sempre muito fodas, recomendo MASTER assinar o feed e reservar 10 minutos da sua vida para assistir.

Via RSA Animate

Quando ‘ser idiota’ é útil?

An entrepreneur is someone who dares to dream the dreams and is foolish enough to try to make those dreams come true.

Coca-Cola | Dia do Amigo

Uma máquina de coca-cola gigante só para amigos, claro. Genial.

Via LikeCool

The ‘Magic Boobs’

Queria ver uma ação dessas, contra o cancer de mama, numa mídia impressa. Ou na TV, rádio. Esse tipo de coisa só acontece no Digital my friends. Dêem uma olhada no case. Foda.

via DigitalBuzzblog

What is Crowdsourcing?

“Crowdsourcing is the act of taking a job traditionaly performed by a designated employee and outsourcing to an undefined, generally large group of people in a form of an open call”

via What-is-crowdsourcing?


Arquivos

No twitter…


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.